Qualquer pessoa apaixonada por joias sonha em ter uma peça de diamante. Ou seria melhor de brilhante? Será que tem distinção? Para esclarecer qual é a diferença entre diamante e brilhante e ajudar a escolher a pedra certa na hora de uma possível compra, elaboramos este artigo para tirar as principais dúvidas quando o assunto é essa pedra.

A primeira coisa a saber é que, sim, são joias diferentes, com valores distintos e belezas ímpares. Mas vamos explicar ponto a ponto para você nunca mais confundir nem usar as palavras como sinônimas.

Preparado para virar quase um gemólogo, um especialista em pedras preciosas? Então continue lendo e aprenda já!

Qual é a diferença entre diamante e brilhante?

O diamante é uma pedra preciosa formada pelo elemento químico carbono, que lhe confere uma ductilidade única, sendo o mais duro material da natureza. Apesar dessa característica, ele pode ser riscado e lapidado.

Ao sair da natureza, a pedra é apenas um diamante. Mas ao receber uma lapidação específica, que vai lhe conferir um formato cônico com 58 facetas de brilho, ele vira um brilhante.

A pedra pode ainda receber outros tipos de lapidação que vão lhe conferir brilho e valor de mercado, mas é a do brilhante a de maior preço e beleza.

Logo, todo brilhante é um diamante, mas nem todo diamante é um brilhante.

Como é a lapidação de um brilhante?

Um brilhante genuíno tem formato redondo na parte superior, cônico na parte de baixo e possui 58 facetas, que lhe conferem um brilho único. Esse tipo de lapidação ficou famoso por ser a que mais valoriza a pedra, e se tornou clássica para joias de grande importância, como anéis de noivado e casamento.

Na hora de comprar uma joia, no entanto, é preciso ficar atento, pois existem lapidações nas quais o diamante é arredondado, mas possui menos facetas, o que lhe reduz o brilho e, consequentemente, o valor.

Que outros critérios agregam valor a um diamante?

Se um diamante não for um brilhante ele não vale nada? Claro que vale! E esse valor é determinado a partir de critérios que a pedra apresenta ou é capaz de alcançar.

  • Clareza: este critério avalia o grau de pureza da pedra e possíveis manchas. Quanto mais clara e límpida maior valor da gema;
  • Cor: diamantes podem variar quanto à cor. Alguns têm coloração levemente amarelada, cinza e até azulada. Mas os mais cobiçados são os de característica incolor. Quanto mais transparente, mais valioso;
  • Peso: a unidade usada para pesar gemas é o quilate, que equivale a 0,2 gramas. Quanto maior o peso da peça, maior também é o seu preço. Não pelo peso em si, mas pela raridade de peças pesadas na natureza;
  • Lapidação: esse é o único critério que depende do homem, já que as outras características vêm prontas da natureza. Mas o tipo de lapidação escolhida vai sempre levar em consideração as características naturais da pedra para extrair o melhor dela. O tipo de lapidação escolhida vai definir como as facetas vão interagir com a luz, aparentando mais brilho. A lapidação pode ser quadrada, 8/8, rosa, oval, octogonal, francesa, brilhante, entre outras.

Como vimos, a diferença entre diamante e brilhante é bem simples. Mas não é por isso que diamantes com outros tipos de lapidação não sejam valiosos ou não tenham beleza.

O importante é que, na hora de comprar uma joia, você saiba exatamente o que procura e o quanto deve pagar por ela de acordo com suas características.

Agora que você já sabe tudo sobre diamantes e brilhantes, que tal nos seguir no Facebook ou no nosso Instagram?

Embora sejam pequenas, as alianças de casamento têm grande importância para os noivos. Afinal, elas são consideradas o símbolo máximo da união entre duas pessoas que se amam. No entanto, muitos casais não sabem como escolher a melhor aliança de casamento a fim de tornar a data memorável.

Em vista disso, é necessário considerar alguns critérios na hora de adquirir os acessórios, tais quais a largura e o formato dos anéis, assim como se vai haver ou não pedras incrustadas em suas superfícies.

Para ajudar a fazer a melhor escolha, listamos dicas valiosas que você deve ler atentamente antes de sair para comprar as alianças. Então, vamos conferir?

Determine o orçamento

Determinar o orçamento é o primeiro passo antes de adquirir o par de alianças. A partir do quanto se pode gastar, você vai saber se conseguirá investir em materiais mais caros ou não.

Além do tipo de ouro escolhido — amarelo, branco ou rosé —, também é importante avaliar se o anel vai ter pedras preciosas na superfície. Algumas versões apresentam apenas um diamante, enquanto outras podem estar totalmente circundadas com a gema.

Compre com antecedência

Não há dúvidas de que organizar a festa de casamento ocupa muito o tempo dos noivos, uma vez que se deve escolher o buffet, o cardápio, os trajes, entre outros itens, a fim de que tudo corra bem até o final da cerimônia.

Contudo, não podemos se esquecer de reservar tempo para comprar as alianças. Assim sendo, recomendamos que comece a procurar o par com três meses de antecedência, pois os fabricantes costumam dedicar cerca de um mês e meio para elaborar e confeccionar os anéis.

Desse modo, se houver ajustes para serem feitos nas joias, você vai ter tempo para solicitar as correções junto ao fabricante.

Defina os materiais

Como foi dito acima, a escolha do material que será usado na confecção das alianças é essencial para que elas fiquem perfeitas. A maioria dos casais preferem usar o ouro, seja o amarelo, o branco ou o rosé, de 14, 18 ou 24 quilates.

Entretanto, para aqueles que não apreciam muito esse metal, ou, ainda, não podem comprometer o orçamento, existem as versões do anel feitas em prata, platina e titânio, que também apresentam beleza e excelente acabamento.

Escolha o acabamento

Hoje em dia, é possível encontrar vários tipos de acabamentos nas alianças, sendo que as polidas e as escovadas são as mais procuradas.

As escovadas costumam ser adquiridas pelos casais que querem fugir dos tradicionais modelos polidos. Todavia, as alianças polidas continuam sendo a preferência dos noivos mais clássicos, que não desejam ousar nos anéis que ostentaram pela vida toda.

Mas, é válido dizer que a escolha deve ser de ambos e de acordo com o gosto e a personalidade do casal, sempre levando em consideração o bom senso no momento de comprar as joias.

Enfim, quando pensamos em como escolher a melhor aliança de casamento, temos que considerar as dicas citadas ao longo do post, assim como o fato de que elas devem ser adquiridas em lojas que ofereçam qualidade e garantia das peças, afinal as alianças devem durar para sempre!

Se gostou do artigo, compartilhe com os seus amigos nas redes sociais para que eles também saibam como escolher as alianças perfeitas!

Ao longo dos anos, a união entre duas pessoas vem sendo simbolizada pela troca de anéis, seja no altar ou em outro local significativo para ambos. No entanto, muitas pessoas desconhecem a diferença entre anel de noivado e aliança de casamento.

Afinal, a cultura do anel de noivado, principalmente no Brasil, ainda é pouco difundida, o que pode confundir os noivos na hora de adquirir os acessórios.

A fim de ajudar você a descobrir qual é a diferença entre anel de noivado e aliança de casamento, preparamos o post que vai explicar qual é o momento de ostentar um e usar o outro. Continue a leitura e esclareça todas as suas dúvidas!

Saiba o que é anel de noivado

O anel de noivado é a joia que representa de modo oficial o pedido de casamento. Portanto, podemos dizer que o noivado é o espaço de tempo entre o dia do pedido de casamento e a realização da cerimônia propriamente dita.

O período se torna oportuno para que os noivos façam os preparativos para a festa, organizem a casa e planejem a vida em conjunto do casal. Também, os familiares e amigos são comunicados nessa fase, assim como é feita a escolha de padrinhos e madrinhas.

O anel de noivado apresenta características próprias, cujas peculiaridades têm resistido ao longo do tempo. Os mais tradicionais, conhecidos como solitários, são feitos em ouro ou platina, e possuem uma pedra preciosa em destaque.

A gema em questão é projetada para fora do adereço, sendo o diamante a mais utilizada. Contudo, é possível encontrar anéis confeccionadas com rubi, esmeralda, safira, turmalina e até pérola, o que garante a nobreza do acessório.

Podemos acrescentar ainda que o anel de noivado é usado pelas mulheres, preferencialmente no dedo anelar da mão esquerda, sendo que não existe uma joia equivalente para o homem

Entenda o que é aliança de casamento

As alianças de casamento são trocadas durante a cerimônia e representam oficialmente o enlace do casal. Ao contrário do anel de noivado, que é escolhido pelo noivo sem quase interferência alguma da noiva, as alianças costumam ser escolhidas por ambos.

Normalmente, elas são confeccionadas em ouro amarelo 18 quilates e podem ter pequenos diamantes na versão feminina, desde que não sejam projetados para fora, como é o caso do anel de noivado.

Hoje em dia, as joalherias oferecem modelos de alianças diferenciadas e até personalizadas, de acordo com o estilo do casal. As versões podem ser com ou sem diamantes, largas ou finas, ter gravações externas ou, ainda, ser feitas no tradicional ouro amarelo, ouro branco ou rosé.

Enfim, ao longo do post, você aprendeu qual é a diferença entre anel de noivado e aliança de casamento. Sendo assim, vai ficar mais fácil escolher os acessórios na hora de adquiri-los. No entanto, lembre-se de comprar joias somente em locais que ofereçam qualidade e garantias acerca do produto.

Se gostou do post, basta seguir a Alcidino Joalheria e Ótica no Facebook e no Instagram para acompanhar as nossas novidades!

As pessoas que acompanham as tendências da moda já devem saber que o rosé gold dominou, não somente as passarelas, mas também as ruas das principais capitais do mundo! A tonalidade confere elegância e modernidade aos looks, principalmente em acessórios, como os relógios, por exemplo. Mas, você sabe como usar relógio rosé?

Afinal, existem algumas dúvidas de como combinar o adereço com as roupas e outros acessórios utilizados no dia a dia, a fim de compor visuais bonitos e interessantes.

Mas, para ajudar você a montar looks perfeitos, listamos 4 dicas de como usar relógio rosé do modo correto. Então, continue a leitura e saiba quais são elas!

1. Use em looks monocromáticos

Os looks monocromáticos — aqueles compostos por peças de uma única cor — são apostas perfeitas para usar o relógio rosé. Em vista disto, eleja uma cor de sua preferência, como o branco, off-white, grafite ou preto e componha o visual usando o acessório.

Também experimente usar o look todo na tonalidade rosé, como blusa + saia ou calça, ou, ainda, vestido + bolsa + sapatos, a fim de garantir o romantismo e a feminilidade do visual. A ideia é que a cor do adereço se torne o destaque da produção.

2. Combine com jeans

A tradicional calça jeans é uma peça que faz parte do guarda-roupas de todas as pessoas, não é mesmo? Não por acaso, uma vez que é versátil, prática e transita com naturalidade do universo clássico ao mais moderno.

Sendo assim, é possível usar a calça jeans com uma t-shirt básica branca, por exemplo, e colocar o relógio rosé para dar o toque de glamour e sofisticação ao visual. Ideal para passeios diurnos e situações informais!

3. Misture acessórios rosé + prata + dourado

Durante muito tempo, o ato de misturar acessórios dourados e prateados era considerado algo de gosto duvidoso, afinal a resplandecência de um poderia ofuscar o brilho do outro. Contudo, esse conceito se tornou ultrapassado!

Atualmente, é permitido combinar adereços rosé, prata e dourado em um mesmo look, criando um visual arrojado e bonito na medida exata. Logo, experimente usar o relógio rosé junto com pulseiras finas de prata e/ou douradas de mesma textura ou polimente. Ou ainda, colocar um bracelete prateado ou folheado a ouro junto com o acessório.

4. Aposte nas pulseiras de couro

Se a ideia é compor um look moderno, usando um acessório clássico, então aposte nas pulseirinhas de couro pretas ou marrons para serem usadas junto com o relógio rosé. Elas estão na moda e conferem jovialidade ao visual.

Utilize de três a quatro pulseiras no mesmo braço que o relógio e coloque apenas anéis no outro, pois, desse modo, você não se sobrecarrega nos acessórios e, ainda, equilibra a produção como um todo.

Enfim, ao saber como usar relógio rosé no dia a dia, você garante sofisticação e contemporaneidade nos looks usados no dia a dia. Portanto, invista em um acessório de qualidade e siga mais essa bela tendência da moda!

A Alcidino Joalheria e Ótica oferece produtos bonitos e de qualidade aos seus clientes. Entre em contato conosco e saiba mais!

O dia 12 de junho é comemorado pelos casais apaixonados, cuja data é a oportunidade perfeita para demonstrar o amor e o carinho que um sente pelo outro! No entanto, muitas vezes, não sabemos quais são os presentes para o Dia dos Namorados que devemos comprar, a fim de agradar a pessoa amada.

Diante de tantas sugestões que o mercado oferece, adquirir o mimo ideal pode parecer uma missão impossível. Afinal, antes de mais nada, queremos surpreender e fazer com que a data seja memorável para ambos.

Mas, para ajudar você a escolher o melhor presente para o Dia dos Namorados, listamos algumas ideias que prometem agradar ainda mais o seu amor. Confira a seguir!

Óculos de sol

Os óculos de sol são acessórios indispensáveis no dia a dia de homens e mulheres. Além de serem úteis, eles conferem charme e elegância aos mais variados looks. Portanto, escolha o modelo que mais combine com o rosto da pessoa amada, e lembre-se de comprar um produto de qualidade, cuja marca seja reconhecida no mercado.

Relógios

O relógio é outro item que está entre as melhores sugestões de presentes para o Dia dos Namorados! O acessório revela sofisticação e elegância ao pulso de quem o usa, além de mostrar o bom gosto de quem presenteia. Escolha entre as versões douradas, prateadas, clássicas ou modernas, dependendo da personalidade do seu amor.

Joias

Não há como negar que as joias são presentes que costumam agradar a maioria das pessoas! Em vista disto, considere a possibilidade de presentear a parceira com um belo par de brincos de argolas ou pérolas, um maravilhoso pingente de ouro, ou ainda, modernos anéis de prata, que podem ser feitos exclusivamente para ela. A emoção estará garantida!

Vinhos

Se o seu amado é um bom apreciador de vinhos, então outra ótima ideia para presenteá-lo no Dia dos Namorados é uma garrafa da bebida mais antiga da humanidade. Entretanto, se você tem dúvidas a respeito do que comprar, peça ajuda ao vendedor da loja, ou ainda, para um amigo que entenda do assunto. Aproveitem a ocasião para degustar o vinho no final da noite!

Cestas de café da manhã

A tradicional cesta de café da manhã é um mimo que nunca sai de moda. Portanto, surpreender a pessoa amada com quitutes deliciosos pode ser uma excelente sugestão de presente para o Dia dos Namorados. Invista em itens variados, tais quais pães, biscoitos, geleias e castanhas, e complete o embrulho com um maravilhoso laço de fita vermelha.

Na hora de escolher um dos presentes para o Dia dos Namorados, leve em consideração os gostos e o estilo de vida do seu amor. Ademais, considere também o valor do produto que caberá no seu orçamento. Mais do que o mimo em si, o que vai surpreender a pessoa amada é a lembrança da data e o que ela representa para ambos!

Entre em contato com a Alcidino Joalheria e Ótica e conheça as melhores joias e acessórios que a empresa tem para oferecer para os seus clientes!

Quando o mês de junho se aproxima, muitos casais não sabem como surpreender no Dia dos Namorados para tornar a data memorável para ambos os parceiros. Afinal, a união e o amor entre duas pessoas é algo que merece ser comemorado de maneira única e inesquecível, mesmo que seja todos os anos!

Diante de tantas opções de ideias para agradar ao parceiro, às vezes escolher uma delas pode tornar-se uma missão impossível, concorda?

Então, para ajudar você a ter a ideia perfeita de como surpreender no Dia dos Namorados, listamos 4 dicas incríveis que vão demonstrar o amor que sente pela pessoa amada. Confira a seguir!

1. Leve para jantar

Pense na possibilidade de fazer uma reserva de dois lugares em um restaurante aconchegante para você e o seu parceiro irem jantar no Dia dos Namorados. Não se esqueça de levar em consideração o estilo de comida de que a pessoa gosta ou que tem vontade de experimentar.

Francês, japonês ou italiano costumam ser excelentes opções, mas existem outros lugares que oferecem pratos saborosos e diferenciados para estimular o paladar de ambos. Contudo, lembre-se de marcar o jantar com antecedência, pois a data é bastante concorrida!

2. Escolha o melhor vinho

Eleger o melhor vinho para vocês degustarem juntos é outra opção de como surpreender no Dia dos Namorados. Então, para acertar na escolha, observe as seguintes características:

  • variedade de uvas;
  • região de origem;
  • denominação de origem;
  • safra;
  • maturação e envelhecimento.

Desse modo, você minimiza as chances de escolher o vinho errado e comprometer a noite. Também aposte nas taças maiores, caso o vinho seja tinto, ou nas menores, se o vinho for branco ou rosê.

3. Prepare o café da manhã

Acordar com o café da manhã preparado pela pessoa amada é algo que costuma agradar a todos, concorda? Em vista disto, não hesite em preparar um desjejum com as guloseimas de que o parceiro mais gosta e complete a decoração com bilhetinhos de amor ou um belo ramalhete de fores.

Se vocês não puderam dormir juntos na data, encomende uma cesta de café da manhã, acompanhado de um bonito cartão, e mande entregar na casa da pessoa logo pela manhã. Mais tarde, ligue para ela e pergunte se gostou da surpresa!

4. Aposte nos presentes personalizados

Outra opção para a data é investir em presentes personalizados. Gargantilhas em ouro ou prata com o nome da pessoa, ou, ainda, relógios que tragam elementos exclusivos são excelentes ideias para surpreender no Dia dos Namorados.

Considere também a possibilidade de dar um bonito par de óculos escuros para o amado. Para não errar na hora de comprar o acessório, escolha algo que tenha a ver com o estilo da pessoa e combine com o formato de rosto dela.

Se você pretende presentear a pessoa com joias, semijoias e adereços de qualidade, conheça os produtos que a Alcidino oferece aos seus clientes. Assim, não vai haver dificuldade nenhuma em como surpreender no Dia dos Namorados!

Entre em contato com a Alcidino e confira os mais belos acessórios para surpreender quem é muito especial em sua vida!

Tanto os óculos de sol quanto os de grau são importantes para proteger os olhos e corrigir problemas de visão, além de serem considerados acessórios de moda! No entanto, muitas pessoas não sabem como combinar brincos com esses itens a fim de evitar exageros na hora de montar os looks do dia a dia.

Afinal, o rosto é a parte do corpo que está mais em evidência, e se todos os elementos não estiverem em harmonia, certamente, todo o visual vai ficar comprometido, não é mesmo?

Para não haver mais erros, basta seguir as 4 dicas que listamos neste post de como combinar brincos com óculos e acertar nas produções de moda para usar diariamente. Então, vamos conferir quais são elas?

1. Acerte no tamanho dos brincos

A primeira dica diz respeito ao tamanho dos brincos que pretende usar junto com os óculos. O mais correto é apostar nos modelos pequenos, sejam feitos em ouro, sejam de prata, pedras ou pérolas. Se você gosta de produções mais ousadas, basta escolher brincos coloridos, com texturas ou de formatos geométricos.

Os óculos escuros permitem acessórios maiores, como as argolas brilhantes ou foscas, ou ainda, os brincos pendentes. Mas, se as armações forem muito grandes, evite os modelos exagerados, principalmente se o seu rosto for oval ou triangular.

2. Use o bom senso

A regra é simples: menos é mais! Portanto, use o seu bom senso na hora de colocar ambos os acessórios. Se, ao se olhar no espelho, você notar que há muita informação, retire algum dos itens para que o look fique mais “limpo” e elegante.

As mulheres que têm mais de dois furos nas orelhas devem estar atentas ao tamanho dos brincos sobressalentes. Ou seja, use acessórios pequenos e sem muito brilho. Assim, você consegue manter a discrição sem perder o gosto de se enfeitar!

3. Equilibre os acessórios

Se a armação dos óculos forem mais grossas ou pesadas, o recomendado é usar brincos menores e discretos, pois elas já são o destaque do rosto. Em vista disso, aposte nas tradicionais pérolas, nas pedras pequenas ou argolinhas de ouro ou prata.

Entretanto, se a armação for clássica, como as feitas em metal, você pode usar brincos um pouco maiores para equilibrar o visual. Mais uma vez, as argolas são os acessórios mais indicados para completar o look!

4. Fique atenta aos outros acessórios

Além das dicas de como combinar brincos com óculos, é importante levar em consideração os demais elementos que vão compor o look. Sendo assim, preste atenção no tamanho dos colocares que pretende usar e nos adereços para cabelos.

Como você já está de óculos e com brincos, evite usar colares grandes ou que fiquem junto ao pescoço. Dê preferência para as correntinhas de ouro ou prata com pequenos pingentes ou medalhas. Também não utilize arcos ou presilhas maiores para que não haja exageros!

Enfim, agora que você já sabe como combinar brincos com óculos, sejam escuros ou de grau, é hora de escolher os acessórios que mais combinem com o seu estilo e revelem a sua personalidade, sempre lembrando que o bom senso é a chave do sucesso!

Entre em contato com a Alcidino e conheça os lindos acessórios que desenvolvemos especialmente para você!

O mês de maio está chegando e você já está correndo em busca de um bom presente para o dia das mães, não é verdade? A mulher que criou você é certamente a mais importante do mundo, e conseguir presenteá-la de uma forma legal na data que a homenageia não tem preço.

A primeira dica para acertar na escolha é conhecer o estilo dela. Quando você consegue identificar seus hábitos, preferências e forma de viver, é muito mais simples encontrar algo que ela gostaria.

Pensando nisso, resolvemos falar mais sobre a história dessa data e os melhores presentes para diferentes tipos de mães. Curioso para descobrir? Então confira este post!

História do dia das mães

Tudo começou com uma americana chamada Anna Jarvis, que, após o falecimento de sua mãe, entrou em uma fase muito difícil de sua vida. Suas amigas, na intenção de ajudá-la, resolveram fazer uma homenagem a ela, criando uma data específica para todas as mães. Essa ideia logo se espalhou por todo o mundo e o presidente dos Estados Unidos, em 1914, resolveu decretar o dia 9 de maio como dia das mães.

No Brasil, essa data começou a ser comemorada em 1918. Já em 1932, o presidente Getúlio Vargas decretou o segundo domingo de maio para o dia das mães. Diversas outras nações comemoram nesse dia, como o Japão e a China.

No Reino Unido, a homenagem acontece durante o quarto domingo da quaresma. Enquanto que no Nepal, o costume é realizar uma grande peregrinação em Kathmandu Valley, em abril, pelas mamães vivas e falecidas.

O melhor presente para o dia das mães

Saber aquilo que sua mãe amaria ganhar é a melhor forma de nunca errar no presente. Para isso, saber qual é o seu estilo de vida é essencial. Confira alguns estilos de mães e se inspire com essas sugestões de presentes!

Romântica

Uma pessoa romântica ama todo tipo de demonstração de carinho. Dessa forma, a melhor maneira de presenteá-la é mostrando como você se sente. Buquês de flores, joias, álbuns de fotos, livros e chocolates são boas opções. Claro que ela também vai amar se você passar o dia juntinho dela.

Clássica

As clássicas são as mais fáceis de acertar no presente. Elas, geralmente, são as anfitriãs das festas de família ou amigos, gostam de sair para jantar, têm hábitos fixos e amam produtos, acessórios e roupas elegantes.

Por isso, é uma boa ideia prestar atenção e dar uma olhada em sua penteadeira e closet para ver o que ela usa. Ainda, observe se faz muito tempo que ela não sai para jantar e experimente fazer algumas perguntas discretas a fim de descobrir o que seria ideal nessa data.

Moderninha

A mulher moderna está sempre por dentro das tendências por meio das redes sociais, além de nunca deixar de assistir uma série nova na Netflix. Se a sua mãe é assim, provavelmente ela jamais esquece o celular em casa e ama coisas relacionadas à conectividade, não é mesmo?

Algumas boas escolhas de presentes são capinhas para smartphone, carregador portátil, tablet ou, quem sabe, um celular ou notebook novo. Tente investir em produtos tecnológicos, não tem erro!

Prática

Uma pessoa prática costuma não se importar com frivolidades, tem um estilo mais esportivo e nunca está sem fazer nada. Sua mãe é desse tipo? Então a melhor forma de dar um presente legal é oferecendo itens úteis e que facilitam o seu dia a dia.

Objetos portáteis e práticos, como um relógio ou uma máquina de café expresso são bons exemplos. Além disso, você pode apostar em itens do vestuário feminino básico, como roupa e tênis. E por que não uma viagem? Assim, ela pode tirar um tempo pra si mesma e se divertir.

Independentemente da escolha do presente para o dia das mães, o importante mesmo é saber demonstrar o quanto você a ama e fazer com que ela se sinta especial, não somente no segundo domingo de maio, mas durante toda a vida.

Gostou deste post? Então experimente entrar em contato conosco para que possamos ajudar você a encontrar o presente perfeito!

Uma das dúvidas mais comuns que passa na cabeça de quem, assim como nós, ama acessórios  é “como saber a medida do colar?”. Geralmente, essas peças costumam variar de 35 a 90 centímetros; por isso, podem ser encontradas nos mais variados tamanhos. O importante mesmo é encontrar a medida ideal para combinar com o colo, valorizando essa área do corpo.

Por esse motivo, montamos uma lista de dicas para acertar no tamanho do colar, seja para você mesma ou para presente. Curiosa para conferir? Então continue a leitura este post!

Use uma régua

Uma das maneiras mais eficientes de checar o tamanho de um colar é usando uma régua ou fita métrica. O ideal é medir apenas o comprimento da corrente, descontando o tamanho do fecho, que costuma medir aproximadamente 1,5cm.

Você pode fazer isso com um colar que tem um bom caimento e, com base nessas informações, conseguir comprar uma boa peça pela internet ou sem experimentar em uma loja física.

Meça o pescoço com uma fita métrica

Se você não tiver um modelo de referência, é possível optar por medir o seu próprio pescoço e, assim, encontrar o tamanho do colar. Após tirar as suas medidas, calcule entre 5 e 10cm a mais, a fim de determinar o tamanho de uma corrente de comprimento médio.

No entanto, se o objetivo é uma gargantilha ou choker, o recomendado é apenas 2cm a mais que o pescoço. Para conferir se o item está em uma proporção adequada, vale a pena contar com a ajuda de um pedaço de barbante e medir em torno do pescoço.

Prefira a medida padrão

Uma forma de nunca errar é apostando na medida padrão, garantindo encontrar um colar de acordo com as suas preferências. Veja a seguir os tamanhos mais comuns de correntes.

Correntes de 35cm a 40cm

São aquelas mais rentes ao pescoço, que nem sempre precisam de um pingente para acompanhar, mais conhecidas como chokers ou gargantilhas. Além do mais, você pode usá-las com outros colares maiores, deixando o look ainda mais exuberante.

Correntes de 45cm a 50cm

Colares com esse tipo de corrente não costumam passar muito da altura da clavícula. São boas opções para usar em decotes, visto que o seu comprimento curto permite que apareça com qualquer tipo de roupa.

Correntes de 55cm a 60cm

Essas são as joias mais comuns e ficam próximas à altura do busto, dando mais destaque a essa região, combinando com a maior parte dos tipos de blusa, sempre com o seu toque de versatilidade.

Correntes de 65cm a 80cm

São aquelas que ficam na altura dos seios, dando um ar mais sensual para a produção, dependendo do tipo de decote utilizado. Depois de 80cm, as correntes ficam longas demais, sendo necessário dar duas voltas para encontrar um bom caimento.

Pegue outra corrente como base

Se ainda tiver em dúvida na hora de ir comprar um colar novo, leve como referência outro que você tenha e que goste da forma que ele veste. Desse modo, é muito mais simples encontrar um item que atenda às suas expectativas e complemente o seu look.

Preste atenção no tipo de pescoço e tamanho do busto

A função principal do colar é dar um destaque maior para a região em que fica o busto, colo e pescoço. Dessa maneira, encontrar um modelo que valorize mais os seus atributos é fundamental. Por essa razão, confira se o comprimento escolhido não dá uma impressão negativa ao formato do seu pescoço, nem interfere na forma como o seu busto se apresenta.

Agora que você aprendeu como saber a medida do colar corretamente, é hora de à busca de novos acessórios! Não deixe de procurar por uma loja reconhecida pela qualidade do seu produto e serviço, a fim de garantir encontrar os melhores adereços.

Curtiu o post? Então compartilhe essas dicas com seus amigos pelas redes sociais para que eles também encontrem o tamanho perfeito de colar para o seu visual ou para presente.

Não é de hoje que o homem tem a necessidade de contar as horas, e é por esse motivo que, ao longo do tempo, foram inventados vários tipos de relógios. No ano de 1500 a.C., no Antigo Egito, foi inventado o primeiro relógio de sol do qual se tem registro.

O tempo era marcado por um grande objeto feito em pedra no formato da letra T, cuja a sombra da parte superior indicava a hora. Ainda no Antigo Egito, por volta de 500 a.C., o homem inventou o relógio de água (clepsidra), que tinha dois recipientes de água que contavam as horas com a ajuda de uma escala.

Em seguida, surgiu o relógio de areia (ampulheta), que fazia a contagem do tempo por meio de dois cones transparentes. No século XIX, na Alemanha, o relógio de bolso foi criado e, anos mais tarde, o brasileiro Santos Dumont popularizou o acessório de pulso que é usado até os dias de hoje!

Assim sendo, o relógio de pulso se tornou artigo essencial para a contagem do tempo e, ainda, ganhou status de moda e estilo para diversas ocasiões. Então, a seguir você confere quais são os tipos de relógios de pulso mais comuns e quando se deve usar cada um deles!

Social

O relógio social com pulseira de couro é elemento indispensável do guarda-roupas feminino ou masculino, pois ele é clássico e agrega requinte ao look. O modelo é ideal para situações mais formais, de preferência que aconteçam no horário noturno.

Relógio dinamarquês Bering com pulseira em couro marrom

Casual

O relógio casual é uma excelente opção para ocasiões informais e ambientes mais descontraídos. Geralmente, ele apresenta pulseira de nylon, borracha ou couro, porém sem as linhas minimalistas das versões sociais.

Relógio Emporio Armani com pulseira emborrachada

Esportivo

O modelo esportivo costuma ser mais usado para a prática de esporte, porque normalmente é feito com pulseira de borracha e apresenta design mais arrojado que os demais. É possível encontrar versões coloridas, que podem ser usadas em academias, clubes, pistas de corridas etc.

Relógio Citizen próprio para mergulho

Aço

O relógio de aço é muito eclético, pois pode ser usado em situações mais ou menos formais. Ele coordena com vários estilos de roupas e é encontrado em tamanhos diferenciados. Contudo, lembre-se que na praia ou em um evento de gala, ele não é a melhor opção!

Relógio Fóssil todo em aço

Digital

Entre os tipos de relógios existentes, ainda podemos destacar os digitais, que funcionam à base de mecanismo eletrônico e mostra as horas por meio de visores. Eles são muito populares e, por esse motivo, não devem ser usados em ambientes formais.

Relógio Mormaii vintage digital em metal dourado

Smartwatch

O modelo smartwatch representa a nova geração de relógios, pois ele está conectado ao smartphone o tempo todo. Desse modo, é possível receber notificações, atender chamadas e enviar mensagens apenas levando-o no pulso. Entretanto, o relógio smartwatch deve ser usado somente em situações não muito formais!

Relógio Technos Connect

Conhecendo os variados tipos de relógios disponíveis no mercado, você vai ver que é possível usá-los nas mais diversas situações sem perder a elegância e o trato que cada uma delas pede. Então, não perca mais tempo e comece a montar a sua coleção de relógios agora mesmo!

Se gostou do post sobre os tipos de relógios, deixe o seu comentário para que possamos saber da sua opinião!