Eleger o melhor anel para simbolizar o término da faculdade é a preocupação da maioria dos formandos. Afinal, ele deve ser primoroso a fim de representar os anos de estudos e dedicação para a futura profissão. Mas você sabe como escolher anel de formatura que fique perfeito no seu dedo?

Durante o primeiro semestre de cada ano, aumenta a procura pela joia, pois essa é a época em que acontece a maioria das formaturas. Assim, adquirir o anel magnificente é a prioridade do futuro profissional e de muitos familiares também.

Para ajudar você a escolher o anel de formatura ideal, preparamos 5 dicas valiosas que vão fazer o acessório brilhar em sua mão. Vamos conferir?

1. Descubra qual é a pedra

Antes de mais nada, é importante saber que cada pedra usada no anel de formatura apresenta um significado diferente. Ou seja, toda a profissão ou área escolhida é representada por uma gema específica. Confira a seguir qual é a sua:

  • esmeralda — medicina, biomedicina;
  • rubi — direito, jornalismo e ciências humanas em geral;
  • safira azul — administração, artes cênicas e plásticas, comércio exterior e bioquímico;
  • granada — odontologia;
  • água-marinha — economia;
  • ametista — moda, hotelaria, história e geografia;
  • topázio — farmácia e filosofia.

2. Escolha o formato

Escolher o formato do anel é tão importante quanto saber qual é a cor da pedra, pois o acessório deve ficar perfeito no dedo. Por exemplo, quem tem dedos longos e finos deve optar por modelos grossos e horizontais para equilibrar a delicadeza das mãos.

As pessoas de dedos curtos e grossos devem escolher os formatos verticais a fim de alongá-los. Vale ainda lembrar que as mãos largas pedem anéis grandes e as pequenas exigem os menores!

3. Personalize o anel

O acessório costuma ser confeccionado em ouro amarelo, rosê ou branco — ou ainda em prata — e pode conter apenas uma gema maior ou várias pequenas incrustadas na peça. Muitos formandos gostam de personalizar a joia para agregar mais beleza e sofisticação ao acessório.

É possível ter a pedra de corte mais clássico com o formato de anel mais moderno ou vice-versa. Também existe a possibilidade de utilizar os símbolos referentes às profissões, como a coruja, que representa o curso de filosofia.

4. Verifique o tamanho

O anel de formatura é usado normalmente no dedo anelar da mão esquerda e precisa ser do tamanho exato. Isso garante que o adereço fique confortável — ou seja, nem largo ou tão justo demais.

O ideal é provar os tamanhos na loja até encontrar aquele que caiba melhor no dedo. Contudo, se for adquirir o anel de formatura em lojas online, certifique-se de que sabe o número padrão do seu dedo (17, 18 etc.), pois assim será mais fácil acertar a medida.

5. Pesquise os valores

Outra dica valiosa de como escolher anel de formatura é pesquisar os preços do acessório no mercado. Apesar de ser uma joia, a peça deve estar de acordo com o que você pode pagar. Portanto, avalie as suas condições e pesquise os valores oferecidos em lojas ou por joalheiros particulares.

Enfim, ao saber como escolher anel de formatura e seguir as dicas que trouxemos neste post, você vai encontrar a joia perfeita para o seu dedo. Afinal, ostentar o adereço representa a luta de todo estudante, bem como o orgulho que temos de ter escolhido a profissão correta!

Entre em contato com a Alcidino e descubra as opções de anéis e outras joias disponíveis para você!

É muito comum a gente trocar os óculos apenas quando enjoa da armação ou quando ela ou as lentes estragam. Mas será que esses são os motivos ideais?

Embora sejam boas razões para isso, existem outras para considerar antes da compra de um novo par.

Em primeiro lugar vem a saúde dos olhos. Por isso, além de querer ter um novo acessório, é necessário prestar atenção se os seus óculos estão adequados à sua visão.

Quer saber quando trocar os óculos? Continue a leitura e confira as nossas dicas!

Problemas nas lentes e na armação

Pode parecer mentira, mas muitas pessoas continuam com os óculos mesmo quando eles estão desgastados. A maioria acha que isso não é um grande problema; porém, a verdade mostra o contrário.

Óculos com as lentes arranhadas não oferecem uma visão confortável, prejudicando a saúde dos olhos. Isso também vale para os de sol. Portanto, nada de deixar a troca para depois.

Uma dica é investir em lentes e armações de boa qualidade, como as da Alcidino Joalheria e Ótica.

Dificuldade para enxergar

Mesmo de óculos você sente que precisa forçar a vista para enxergar? Então, chegou a hora de trocá-los!

A gente deve se sentir confortável ao ler e realizar as tarefas do dia a dia. Se isso não é possível com suas lentes atuais, é melhor procurar um oftalmologista para fazer um novo exame de vista e saber se o seu grau mudou.

Sintomas constantes

Lentes de graus diferentes do indicado para a sua visão acarretam em diversos sintomas muito incômodos.

Muitas vezes, não notamos a dificuldade em enxergar, mas alguns sintomas aparecem e raramente ligamos a esse fato.

São eles:

  • dor de cabeça;
  • cansaço visual;
  • enjoo;
  • vertigem;
  • tontura.

Validade das lentes e armações

Você sabia que lentes e armações têm prazo de validade? Pois é! Como tudo na vida, elas também foram feitas para durar por um determinado tempo e, a partir daí, a sua fragilidade é maior.

Em média, um par de óculos e lentes de boa qualidade tem entre dois e três anos de vida útil. Depois disso, a estabilidade e a resistência diminuem e, com isso, eles quebram e arranham com facilidade, além de perderem os ajustes iniciais.

Consulta com oftalmologista

Quando foi a sua última consulta com o oftalmologista? Muita gente acha que só deve procurar esse profissional quando sente dificuldade para enxergar ou para pegar uma nova receita para trocar os óculos.

No entanto, o ideal é fazer uma visita ao médico pelo menos uma vez por ano para conferir se está tudo certo com a sua visão. Ele avaliará tanto a sua saúde ocular quanto se seus óculos ainda estão bons para você.

Viu como trocar os óculos deve ser uma tarefa feita de maneira consciente e não só quando queremos mudar o visual ou quando eles quebram? Por isso, fique atento a todos as nossas dicas para perceber se chegou a hora de adquirir um novo par.

Já conhece a Alcidino? Além de óculos e lentes das melhores marcas, você encontra presentes e joias diferenciadas. Acesse o nosso site e saiba mais!

Não há dúvidas de que os relógios são acessórios essenciais no dia a dia, pois, além de indicarem as horas, eles também conferem estilo e atitude para quem sabe ostentá-los. No entanto, muitos homens não sabem como usar relógio masculino na composição de looks bonitos e elegantes — desde situações formais até ocasiões mais festivas.

Como existem variações de modelos, muitas vezes é difícil escolher o relógio adequado para cada momento. Assim, preparamos dicas que vão ajudar você a encontrar o adereço ideal e estar sempre alinhado e bem-vestido. Acompanhe!

Como usar relógio masculino?

A seguir, mostraremos os principais modelos de relógios para homens e como eles podem ser usados nas composições dos looks.

Relógio de metal

Os relógios feitos em metal, assim como o ouro e a prata, conferem elegância aos looks. Por esse motivo, devem ser usados em situações mais formais. Por exemplo, se você trabalha em uma empresa ou em um escritório, é possível coordenar o acessório prateado com o terno ou simplesmente com calça e camisa social.

Se aparecer o convite para um evento mais formal, como um casamento ou uma festa, não hesite em investir em um relógio de ouro, pois ele imprime sofisticação ao traje. Ainda é válido lembrar que esse tipo de acessório não combina com praia, churrasco ou qualquer outra ocasião totalmente informal!

Relógio de couro

Os relógios masculinos com pulseiras em couro são apostas certeiras para eventos formais ou semi-informais. Não é regra, mas a pulseira em couro preto é aconselhável para situações em que o dress code pede algo mais sério.

Entretanto, a pulseira em couro marrom permite que o homem transite em ambientes mais casuais e componha looks interessantes com camisas sociais, esportivas e até com a versão polo. Se você tem personalidade mais arrojada, não deixe de investir nas pulseiras texturizadas, como a de croco. Elas garantem charme e descontração na medida exata!

Relógio esportivo

Quando o assunto é como usar relógio masculino, não há dúvidas de que as pulseiras emborrachadas são as melhores opções para situações extremamente informais. Na hora do treino na academia, na prática de esportes ao ar livre, no churrasco com os amigos e nos passeios de domingo com a família, os relógios de borracha são os mais indicados.

Eles podem ser usados com t-shirts, calças jeans ou chino, bermudas e até shorts. Contudo, vale lembrar que algumas pessoas desenvolvem alergias ao material quando em contato com o suor do braço. Portanto, fique atento a esse detalhe!

Como escolher o relógio masculino?

Antes de começar a coleção de relógios masculinos, leve em consideração alguns detalhes para que você possa aproveitá-los em várias situações do dia e da noite:

  • escolha o modelo de acordo com a personalidade — clássica, esportiva, moderna etc.;
  • tamanho do relógio versus tamanho do pulso;
  • material e formato que mais agradam;
  • valores que você pode gastar.

Ao escolher o relógio, lembre-se de pesquisar as melhores marcas em lojas e sites de confiança. Afinal, o acessório deve ter beleza e qualidade acima de tudo. Assim, leve em conta as dicas que trouxemos para você sobre como usar relógio masculino e passe a investir nesse acessório tão essencial!

Gostou das informações deste post? Então, continue a leitura e conheça os 5 cuidados com óculos escuros que você deve ter na praia no artigo que preparamos para você!

Você sabe quais são os cuidados com joias de prata que devemos ter no dia a dia, a fim de que elas não fiquem sujas, desgastadas ou mesmo oxidadas? Essa é a preocupação de muitas pessoas que gostam de usá-las, mas desconhecem o modo correto de tratá-las.

Não há dúvidas que as joias de prata são belíssimas e conferem estilo e glamour em qualquer look, não é mesmo? O metal é macio e tem a vantagem de não se desgastar com o tempo. Além disso, a maioria das joias apresentam 92% de prata esterlina fundida com outros metais, como o cobre, que garante a durabilidade e a resistência das peças.

A seguir, conheça 3 dicas de cuidados com joias de prata que você precisa saber para manter os seus acessórios mais bonitos e reluzentes.

1. Evite contato com produtos químicos

Não são todos, mas alguns produtos químicos podem danificar a prata. O correto é evitar o contato direto da joia com cloro de piscina, artigos de limpeza, cremes hidratantes e cosméticos em geral. Evite, também, tomar banho com os acessórios e retire as peças sempre que estiver suando demasiadamente.

2. Guarde as joias de prata corretamente

As joias de prata não podem ser guardadas de modo incorreto, porque elas tendem a ganhar manchas e ficarem escurecidas. Então, o ideal é acomodá-las separadamente de outros metais, em saquinhos de papel, embrulhadas em papel toalha ou, ainda, nas embalagens originais.

3. Limpe de modo adequado

Entre os cuidados com joias de prata que devemos ter regularmente está o fato de que elas precisam ser limpas de maneira correta. Então, anote as dicas que daremos a seguir.

Limpa prata líquido

O produto é indicado para remover a oxidação das joias. Coloque um pouco do líquido em um recipiente de vidro ou plástico e mergulhe as peças por cerca de 20 segundos. Em seguida, lave-as com água e sabão neutro e seque-as bem. Repita o processo sempre que achar necessário.

Flanela mágica

A flanela mágica contém uma substância química especial que conserva o brilho e evita que o metal fique oxidado. Basta passar o tecido suavemente sobre a peça, sem que ele ou a joia estejam úmidos ou molhados.

Bicarbonato de sódio

A clássica receita da vovó é outra excelente opção para limpar as joias de prata. Forme uma pasta com 1 ou 2 colheres do produto misturado em um pouco de água quente. Então, embeba a solução em um pedaço de tecido de algodão e passe nos acessórios. Utilize água morna para retirar a mistura e seque a peça.

Enfim, podemos dizer que as joias de prata não saem de moda e podem ser usadas a qualquer hora do dia ou da noite. Elas deixam os looks mais sofisticados e charmosos e, ainda, é possível encontrá-las com pedrarias ou aliadas a outros metais.

No entanto, não deixe de seguir os cuidados com joias de prata, a fim de mantê-las sempre bonitas e radiantes. Afinal, um metal tão nobre merece ser tratado com bastante carinho, concorda?

Se deseja receber as novidades que a Alcidino está sempre preparando para você, basta assinar a newsletter!

Joias são peças muito importantes para grande parte das pessoas, sendo passadas de geração em geração por terem uma longa validade e sendo usadas como acessórios em eventos refinados e especiais. Por esses motivos, cuidados como limpar joias com pedras da maneira correta e guardá-las em locais adequados são essenciais para conservar a sua beleza e deixá-las sempre como novas.

Pensando nisso, separamos algumas dicas fundamentais para aprender a higienizar suas gemas com todo o cuidado possível. Quer saber mais? Então acompanhe este post para conferir!

Saiba como limpar joias com pedras corretamente

Manter as pedras preciosas em boas condições é importante para que não percam o seu valor e fiquem ainda mais graciosas. Para isso, no entanto, é necessário alguns cuidados de limpeza e armazenamento.

A princípio, é preciso saber que cada tipo de pedra tem a sua particularidade para ser limpa e, por isso, é importante conhecer as suas necessidades antes de iniciar a higienização. Também é fundamental que sempre tenha uma escova macia para esfregar sem risco de causar danos às gemas, além de que é importante verificar, antes e depois da limpeza, se a pedra está bem fixa no corpo da joia.

Veja, abaixo, mais sobre os cuidados essenciais para se ter nessa tão delicada manutenção!

Passe detergente neutro

Primeiramente, nunca use sabonetes ou demais produtos com muitas propriedades químicas: isso pode reagir com os materiais das pedras, manchando ou ressecando a sua superfície. O ideal é utilizar um detergente neutro para que a lavagem seja feita da forma mais suave possível.

Também é importante ressaltar que elas não devem ser deixadas de molho com produtos químicos (mesmo que o sabão seja neutro) nem devem ser mantidas em locais com altas temperaturas.

Lave com água morna

Visto que a água muito quente danifica a peça, o clima ideal para lavar uma pedra é o morno. Após esfregá-la com o detergente neutro, enxágue-a com água morna e deixe secar. No entanto, nem todas as peças suportam temperaturas acima do ambiente.

A esmeralda, por exemplo, deve ser lavada em água fria, visto que, por ser bastante frágil, apresenta pouca resistência ao calor. Além disso, o uso de qualquer sabão que não seja neutro pode dissolver os óleos da superfície da pedra e causar rachaduras nela.

Mergulhe no álcool

Peças como diamante, ouro e prata podem ser mergulhados no álcool para potencializar a sua limpeza. Entretanto, nunca deixe uma peça mergulhada por mais de alguns minutos: a oxidação causada pela solução pode ser (muito!) prejudicial à sua composição.

Seque em papel absorvente

Para garantir que a peça se manterá seca e pronta para ser guardada, é interessante secar com papel absorvente a fim de que não reste qualquer traço de umidade. As pérolas, esmeraldas e demais gemas sensíveis a agentes externos podem ser danificadas ao serem armazenadas ainda úmidas.

Agora que você sabe como limpar joias com pedras, lembre-se de guardá-las em locais arejados e com abrigo da luz solar. Além do mais, para evitar que sofram arranhões, coloque-as em saquinhos individuais de tecidos de algodão. Desse modo, a peça ficará livre de qualquer tipo de resíduo e protegida de ações externas, podendo durar por mais tempo e conservando a sua beleza natural por gerações.

E então, você curtiu o post? Quer saber mais sobre como utilizar e manter joias da maneira correta? Então descubra também o anel ideal para cada tipo de mão. Até lá!

Os acessórios femininos são peças fundamentais para enriquecer um look, não é mesmo? Um dos que estão de volta nas tendências é o bracelete, sendo encontrado tanto nos modelos mais finos como nos largos e, até mesmo, no formato duplo. Saber como usar bracelete ajuda bastante na hora de complementar uma produção com um acessório simples e prático.

Por essa razão, fizemos este post com algumas dicas para você arrasar com esse item. Tem interesse em saber mais? Então, continue acompanhando a leitura!

Saiba como usar bracelete

Durante o século passado, o bracelete era a peça-chave para o visual de muitas mulheres. Com a virada do milênio, ele começou a ser esquecido, porém, atualmente, esse item está voltando com tudo, em uma pegada mais vintage, deixando qualquer look mais elegante.

Por isso, confira como usar esse acessório com estilo nas suas produções!

Coloque como destaque no look

Uma forma de não errar em um visual usando o bracelete é deixando-o como o protagonista da composição. Para isso, aposte em combinações mais simples ou em looks monocromáticos para que o acessório se torne o maior destaque, independentemente de cor, brilho ou modelo.

Faça combinações com outros acessórios

Dependendo da vestimenta escolhida, usar o bracelete como único acessório contribui para dar mais destaque à peça. No entanto, também é possível fazer boas combinações com outros itens. Por exemplo, vale a pena fazer uma harmonia entre os brincos ou colares, apostando nas cores e proporções semelhantes.

O que pode ser uma má aposta é usar muitas peças no pulso, junto ao bracelete. Isso pode dar uma sensação de desequilíbrio e sobrecarregar apenas uma parte do corpo, chamando atenção de uma maneira errada.

Harmonize com as roupas

Os braceletes combinam com praticamente todo o tipo de roupa, desde as mais casuais até as mais trabalhadas. Apenas atente ao equilíbrio do visual e, caso o look tenha muitas cores e estampas, opte por acessórios mais sóbrios e simples, e vice-versa.

O mesmo vale para o comprimento das mangas da roupa e o bracelete. Se a manga da blusa é comprida, é mais interessante apostar em um item mais fino no pulso, enquanto que, em um look de verão, com camisetas, regatas ou vestidos de alcinha, peças mais largas têm um melhor caimento.

Equilibre com as cores

Como o bracelete é muito útil para dar mais elegância a um visual, observar as cores é essencial. Para não errar no look, é sempre importante tentar criar uma harmonia perfeita, tanto com as vestimentas quanto com a ocasião.

Dessa forma, caso você esteja se aprontando para um ambiente mais refinado e deseje um look mais sóbrio, invista nos acessórios dourados ou prateados e evite as cores que possam tirar a seriedade da produção. Entretanto, se você deseja um look mais despojado, invista nos acessórios coloridos para complementar a roupa.

Use com looks básicos

Como você viu, esses itens são ótimos para dar um toque a mais em uma composição básica. Portanto, se você está com pressa para sair de casa e não deu tempo de caprichar no visual, aposte nos braceletes para montar looks básicos, porém estilosos.

Além de entender como usar bracelete, é importante saber onde usá-lo. Esses acessórios são lindos para algumas produções, como festas e eventos sociais, mas também combinam com ocasiões casuais do dia a dia. Apenas fique atenta ao modelo, para não usar uma peça muito trabalhada em locais informais.

E aí, gostou do conteúdo? Então, confira também 4 dicas para não errar na hora de combinar acessórios com vestidos estampados!

A principal função dos óculos é proteger os olhos e, consequentemente, a nossa visão. Mas, além disso, ele é um ótimo acessório para evidenciar seu estilo, principalmente pela variedade de modelos e cores dessa peça.

Por ter função protetora, ele também é extremamente útil em exercícios ao ar livre. Por essa razão, é muito importante saber como escolher óculos para praticar esportes.

Pensando em ajudar a escolher o acessório ideal para praticar esportes, separamos algumas dicas essenciais. Confira a seguir!

Você sabe como escolher óculos para praticar esportes?

Os óculos de sol estão presentes em praticamente todas as situações do cotidiano de muitas pessoas, especialmente se tratando de atividades ao ar livre. Seu uso diminui a incidência de luz solar nos olhos, evitando futuros problemas. Durante a prática de esportes, os óculos são ainda mais necessários, visto que o tempo de exposição ao sol é maior.

Veja algumas dicas para escolher seus óculos de sol para esportes.

1. Observe a leveza da peça

Ao praticar atividades físicas, como ciclismo, vôlei — principalmente o de praia —, corrida etc., o conforto é imprescindível.

Algo que influencia diretamente nesse conforto é a leveza da peça e, por isso, as armações de metal não são muito recomendadas. O ideal é investir em materiais mais leves e flexíveis, que não incomodem nem pesem no rosto.

2. Invista em um bom material da armação

Além da leveza, é preciso levar em consideração outras características do material da armação. Primeiramente, é interessante lembrar que a temperatura corporal aumenta durante uma prática esportiva, além do suor produzido. Portanto, materiais que aquecem ou grudam com facilidade devem ser evitados.

Além disso, o apoio nasal e a hastes auriculares também precisam ser confortáveis. Então, ao comprar um novo acessório, observe se o design encaixa perfeitamente em seu rosto.

Para garantir que o item dure por mais tempo, verifique se a armação protege todo o contorno da lente.

3. Aposte no formato da lente

Um dos materiais mais recomendados para se usar nos óculos de praticar esportes é o policarbonato, por conta da sua resistência e leveza. Além do mais, ele suporta altas temperaturas e é muito mais resistente que o vidro. Dessa forma, você não precisa se preocupar com a possibilidade de machucar seus olhos caso sofra alguma queda durante suas atividades.

Além do material, o formato da lente também é importante, podendo ser quadrada, retangular ou, até mesmo, única. Para garantir a segurança dos seus olhos, é fundamental que elas tenham um comprimento do nariz até o início das têmporas.

Não se esqueça de averiguar se a lente tem proteção contra raios UV e tratamento antirreflexo e antirrisco, que garantem uma maior durabilidade ao produto.

4. Confira a cor da lente

A cor das lentes também pode influenciar nas atividades. Por exemplo, lentes marrons aumentam o contraste e são boas para dias em que o clima está instável.

Já as lentes escuras, como pretas ou cinzas, atuam no controle da luminosidade, tornando-se ideais para pessoas com sensibilidade à luz.

As lentes verdes aumentam o contraste, mesmo em locais pouco iluminados, sendo indicadas para pessoas idosas. As amarelas são boas para serem usadas à noite e aumentam a percepção de profundidade. Já as lentes de cor púrpura são boas para ir à praia ou fazer trilhas, visto que realçam cores, como o verde e azul.

Agora que já sabe como escolher óculos para praticar esportes, apostamos que seus olhos se manterão muito mais seguros para que você possa se divertir e se dedicar muito mais às suas atividades.

Não se esqueça de procurar o seu novo acessório em lojas especializadas nesse tipo de produto a fim de garantir a sua qualidade.

5. Tecnologia em lentes

Uma super dica também é usar óculos que tenham as lentes Oakley Prizm que ajustam o contraste das cores de acordo com a necessidade de cada ambiente e esporte. As lentes comuns tendem a deixar as cores mais escuras e opacas, já com estas lentes especiais a visão se torna mais definida com cores vivas e vibrantes.

 

E aí, curtiu o post? Aproveite e aprenda também como limpar os óculos de maneira correta!

Você já percebeu como combinar relógio com pulseiras pode deixar qualquer visual muito mais moderno e interessante? Pois é! Fazer essa mistura de acessórios pode até parecer um pouco complicado à primeira vista, mas na verdade é mais simples do que você imagina.

Não é necessário ter um estilo específico para usar e abusar dessa tendência de moda, uma vez que ela pode ser adaptada aos mais diversos gostos. Pensando nisso, preparamos 4 dicas incríveis para ajudá-la a acertar em cheio na hora de fazer esse mix.

Ficou interessada? Continue a leitura e descubra mais!

1. Brinque com as cores

Muitas pessoas ainda acreditam que, se vamos misturar acessórios, eles precisam ser das mesmas cores ou tons similares. Você pode até preferir assim, mas é importante ter em mente que isso não é uma regra.

Misturar as cores deixa a composição ainda mais interessante. Se você deseja apostar nos metais, por exemplo, pode mesclar prata, dourado e rose gold em uma mesma produção e obter um resultado incrível.

É adepta de um visual mais discreto? Que tal misturar tons neutros como preto, marrom e bege? Se deseja algo mais despojado e descontraído, jogue-se sem medo no mix de cores vibrantes.

Relógio Michael Kors em Rose Gold e um mix de pulseiras em prata. 

 

2. Misture os materiais

Na hora de pensar como combinar relógio com pulseiras não se esqueça de que as peças dessa composição também não precisam necessariamente ser feitas do mesmo material.

Metal com pedraria brilhante, couro com tecido, metal com couro e muitas outras combinações de materiais criam produções que fogem do óbvio e tornam o visual ainda mais rico e cheio de informação de moda.

Experimente colocar o relógio e as pulseiras de sua preferência em seu braço e então avalie se juntos eles criam uma composição que deixará você confortável e segura.

 

Relógio Michael Kors com pulseira dupla em couro.

3. Combine com o look

Lembre-se de que para que o visual esteja harmonioso e equilibrado, todos os elementos da composição precisam conversar entre si, mesmo que não sejam da mesma cor ou material.

Se a sua produção é mais casual e descontraída, os acessórios devem seguir a mesma linguagem informal. Vai para um evento que exige um look glamoroso? Opte por relógios e pulseiras com um design mais elegante e sofisticado.

Esteja sempre atenta ao estilo que você escolheu. Um vestido leve e romântico por exemplo, fica bem com peças mais delicadas e sutis, assim como um visual mais pesado exige acessórios que tenham as mesmas características.

 

Relógio Bering combinado com pulseiras em ouro branco, brilhantes e apatita.

4. Siga sempre seu estilo

Por fim, a dica mais importante de todas: seja você mesma! Não há como errar quando conhecemos a fundo nosso estilo e gosto pessoal.

Mesmo que todas as dicas de moda e estilo nos mostrem truques incríveis para acertar na hora de escolher nossos looks, precisamos saber o que realmente nos deixa bonitas, seguras e confortáveis.

Tenha sempre em mente que você não precisa usar o que todos estão usando, mas precisa sim optar por aquilo que faz você se sentir bem.

Agora que você já aprendeu alguns truques de como combinar relógio com pulseiras, que tal buscar aquelas peças esquecidas no fundo da gaveta e montar um mix de acessórios que tenha tudo a ver com você?

Relógio Technos combinado com pulseira de couro.

Quer saber onde encontrar relógios e joias incríveis? Acesse a página da Alcidino e confira!

Antes considerado apenas um elemento funcional, o cinto se tornou um acessório, assim como as joias, muito requisitado. O motivo? Ele é capaz de valorizar o corpo e ainda modifica as roupas, aumentando a possibilidade de criar novos looks sempre.

Porém, para conseguir acertar e criar efeitos diferentes com a peça, você precisa conferir nossas dicas de como usar cintos femininos!

Ah, se você é nova nesse assunto, tudo bem! Aconselhamos que você inicie sua coleção com três tipos de cinto: um fino, um mais largo e um médio, que seja ou tenha detalhes metálicos. Com essas opções, você será capaz de reproduzir qualquer uma das nossas indicações. Vamos começar?

1. Cinto com calça jeans

Essa é a combinação que você mais vê por aí, certo? Mas a verdade é que ela não precisa ser óbvia. Ou seja, nela, o cinto deve ser um acessório cheio de estilo.

No jeans, ele pode ser utilizado para criar contraste entre a blusa e a calça e adicionar alguns detalhes — nesse caso, vale apostar em cintos com pedrarias e nos coloridos. Ele também é ideal para marcar a cintura quando a blusa é mais larga e a calça não tiver um cós muito alto.

Outra vantagem que muitas mulheres esquecem é que um acessório pode dar um up no look e até deixar o seu jeans mais chique para um encontro.

2. Cinto com vestido

No vestido, o cinto tem várias funções, como atuar apenas como um detalhe para variar um look ou criar um contraponto de cor com o sapato. Um vestido justo preto, com cinto fino em tom azul e sapato vermelho, por exemplo, cria um jogo de cores complementares muito interessante, sem ser chamativo demais.

em peças mais soltas, ele serve para demarcar a cintura, podendo ficar à mostra ou não. Pode, até mesmo, ajudar a encurtar a peça, sem recorrer à tesoura! Nesse caso, a melhor opção sempre será um mais fino.

3. Cinto com cardigã

O cardigã é a peça curinga do guarda-roupa, ideal para a meia estação. Mas ele fica ainda mais interessante adicionando um cinto na linha da cintura, por cima do casaquinho.

Com esse truque, além de delinear sua cintura, você ganha mais uma forma de utilizar o cardigã e deixar o look bem romântico. Se a blusa não for muito trabalhada, vale adicionar um cinto médio ou fino com detalhes por toda a correia e uma fivela mais simples, para não deixar a combinação pesada ou grosseira.

4. Cinto com shorts

Cinto só para evitar que a peça caia, nunca mais! Com os shorts, os cintos são liberados e ajudam a deixar qualquer peça básica mais ousada.

Independentemente do cós ser baixo ou alto, a dica de adicionar o cinto funciona — porém, algumas observações ajudam a deixar a composição mais moderna: os cintos finos são ótimos para as peças com pegada vintage, já os médios vão bem com os tradicionais e as hot pants.

Quanto aos cintos largos em couro, por exemplo (aqueles com fivela, que são tendência do estilo boho, e os em tecido) vão bem em bermudas do mesmo material.

5. Cinto com o look do escritório

No trabalho, o cinto está liberado e, inclusive, cria um ar mais profissional, se combinado corretamente. Pode ser usado por cima do blazer, a exemplo do cardigã, e com roupas de alfaiataria, como calças, vestidos e saias.

Para acertar, empregue as fivelas mais simples, os básicos e metalizados discretos. Já no tamanho, todos são bem-vindos, desde que estejam em combinações corretas, como as indicadas acima.

Como você viu, o cinto pode, sim, tornar-se um aliado para qualquer hora, mas é preciso cautela. Assim, a melhor forma de usá-lo e modernizar o seu look é investir no modelo que mais valoriza o seu corpo — evitando dividir a silhueta — e a roupa que está usando.

Lembre-se, também, de apostar no toques metalizados, envernizados, com estampas de animais e, claro, o básico, que nunca sai de moda!

Gostou destas dicas de como usar cintos femininos? Quer receber mais como estas? Então, assine nossa newsletter e receba o que mais gosta de ler no seu e-mail!

As mulheres antenadas querem saber quais são as principais tendências de acessórios verão 2019. Afinal, a próxima estação se aproxima rapidamente e com ela vem a vontade de ousar nos adereços, a fim de compor looks cheios de estilo e personalidade.

Como a moda está mais minimalista em modelagens, cores e estampas, o ideal é caprichar nos acessórios grandes e mais elaborados, para dar o toque contemporâneo e sofisticado ao visual, tais como: brincos, chapéus, óculos escuros, entre outros.

Em vista disto, selecionamos as peças que estarão na moda nos meses de calor para você adquirir agora mesmo. Veja, a seguir, quais são as 4 tendências de acessórios verão 2019!

1. Maxibrincos

Os brincos grandes têm aparecido constantemente nas passarelas nacionais e internacionais e já podem ser encontrados nas lojas de todo o país. Esse sucesso não é por acaso, uma vez que eles conferem beleza e ousadia na medida certa.

Aposte nos modelos geométricos, assimétricos ou repleto de detalhes e também em argolas enormes, que podem ser de ouro, prata ou folheadas. Escolha roupas brancas, pretas ou off-white, por exemplo, para que os brincos fiquem em destaque.

2. Mini bolsas

A mini bolsa é outra tendência forte de acessórios para o verão 2019. Ela carrega apenas itens essenciais como o batom, o celular e os documentos, e não atrapalha os movimentos de quem vai para a balada.

As feitas em palha são modernas e podem ser usadas em eventos diurnos, noturnos, na cidade ou na praia. Então escolha mais de um modelo e combine-os com roupas e calçados de sua preferência.

3. Óculos grandes

Os óculos de sol são adereços imprescindíveis em qualquer estação do ano. No entanto, é durante o verão que eles ganham mais destaque. Portanto, para estar na moda na próxima estação, aposte nas versões coloridas, sejam nas hastes ou em lentes translúcidas, e de um toque divertido ao look.

Outra dica é investir nos modelos maiores e que tenham formatos diferenciados, como os quadrados, os redondos e os de gatinhos. Eles conferem personalidade para as mulheres que não têm medo de ousar!

4. Chapéus

Os chapéus são acessórios essenciais para os dias de sol. Para a próxima temporada, eles prometem se destacar. Além de serem funcionais, os chapéus conferem estilo e sofisticação ao visual e podem ser usados tanto na praia quanto na cidade.

Se você optar por usá-lo à beira-mar, escolha um modelo maior. Entretanto, se a ideia é usar na cidade, uma ótima opção é o chapéu pequeno, que garante a proteção do rosto e ainda deixa o look cheio de charme. Aposte nos modelos feitos em palha, pois são os eleitos da estação.

Agora que você já conhece as tendências de acessórios verão 2019, providencie as peças que mais agradam a você, para compor visuais incríveis e contemporâneos. Não esqueça de dar o seu toque pessoal sempre que for montar o look do dia!

Gostou do post sobre as principais tendências de acessórios verão 2019? Então compartilhe em suas redes sociais!