Saber como usar joias no dia a dia é fundamental para quem busca criar looks práticos e estilosos. A presença de um acessório muda totalmente a sua aparência e a impressão que você causa, desde que sejam feitas boas combinações.

Por esse motivo, é interessante ter ideia de alguns truques para combinar a gema com o restante de sua produção de maneira simples. Por essa razão, neste post, vamos apresentar as melhores formas de usar joias no dia a dia, com elegância.

Quer aprender mais sobre esse assunto? Então acompanhe o texto e confira as dicas!

Considere a ocasião

Essa é a primeira e mais importante dica. A primeira coisa que você deve pensar ao montar uma produção é sobre o lugar onde pretende usá-la. Assim, é possível selecionar as peças mais adequadas, sem ter o perigo de cometer erros de dress code ou parecer desajustada.

Com o uso de acessórios não é nada diferente. Por isso, se a ocasião é mais profissional, como o trabalho ou uma reunião, prefira peças menores e mais discretas. No entanto, caso você pretenda usar joias em uma festa pequena, vale a pena apostar em itens um pouco maiores.

Prefira os clássicos

Uma maneira de garantir o acerto no uso das joias no seu dia a dia é optando pelas peças clássicas. Sabe aquele colar ou brinco com uma gema discreta? Eles fazem a diferença em uma composição, sem chamar muita atenção. Além disso, eles se adéquam a praticamente todo tipo de ambiente.

Combine com a roupa

Pensar no restante do visual é outra ótima estratégia para decidir qual acessório será usado no dia. Para isso, tenha em mente o seu estilo e se lembre das principais peças de roupas e sapatos do seu closet.

Sendo assim, se o look escolhido é mais icônico, vale a pena apostar em joias simples e delicadas, para gerar um equilíbrio. Já se você apostou naquela roupa toda moderninha, é uma ótima ideia usar peças de formatos geométricos para acompanhar o visual. Além disso, combinações monocromáticas abrem espaço para usar acessórios que chamam mais atenção e são os itens de destaque em um look.

Use cores neutras

Usar cores neutras, tanto nas roupas quanto nas joias, é uma maneira de saber que vai conseguir combinar essas peças com facilidade, para qualquer ocasião planejada. Isso porque tons sóbrios como preto, branco, cinza, bege, marrom, azul-marinho, entre outros, caem bem com praticamente todas as outras tonalidades do círculo cromático.

Dessa maneira, se você está em dúvida de que cor de gema escolher para uma joia, lembre-se das neutras. Além disso, lembre-se de que o dourado também consegue combinar bastante com tons quentes, enquanto o prateado fica melhor com os mais frios.

Priorize a discrição

Outro detalhe importante é que as joias são itens de grande valor e, por isso, são um investimento. Desse modo, ser discreto no cotidiano é tanto uma maneira de permanecer elegante quanto de garantir a segurança ao andar nas ruas.

Por esse motivo, apostar em modelos clássicos e nas colorações neutras — como relógios, anéis, brincos e colares pequenos, entre outros — é uma das dicas mais importantes para saber como usar joias no dia a dia. Já nas ocasiões especiais, como formaturas, casamentos e festas, você poderá ousar da maneira que quiser, sabendo que estará em um ambiente adequado para isso.

Gostou deste post? Então confira também como usar essa tendência que é o relógio rosé no dia a dia.

Mesmo sem oxidar e atravessar gerações com sua durabilidade, o ouro pode sofrer com a influência do ambiente à sua volta, adquirindo um aspecto sujo ou sem brilho.

Uma das peças que mais sofre esse tipo de influência são os brincos, que acabam tendo contato com o suor do corpo, além da interferência de fatores externos. Se você anda sofrendo com esse tipo de problema, vamos ensinar como limpar brinco de ouro sem danificar a peça, estragar a beleza da joia e mantê-la sempre conservada.

Na maioria dos casos, é possível fazer a assepsia adequada com produtos simples como bicarbonato, vinagre ou amônia. Continue lendo e aprenda como ter brincos lindos sempre.

Use bicarbonato de sódio

O ouro pode perder o brilho ou ganhar um tom escurecido ao entrar em contato com certas substâncias químicas — como o ácido úrico expelido pela nossa pele —, e até mesmo a luz solar. Se você tem alguma peça nessa situação, uma boa dica é usar bicarbonato de sódio na limpeza. Para isso, você vai precisar:

  • recipiente para misturar;
  • 1 litro de água;
  • 3 colheres de sopa de sal;
  • 3 colheres de bicarbonato de sódio;
  • 1 pedaço de papel alumínio.

Prepare uma solução misturando tudo, deixe de molho por 10 minutos, lave as peças em água abundante e seque em uma toalha de algodão. Se as peças ainda não tiverem recuperado o seu brilho, repita a operação ou limpe novamente com um dos outros métodos.

Importante: não use bicarbonato se a peça tiver algum detalhes com pérolas, pois elas podem ficar danificadas e, além disso, não esfregue seus brincos para não os arranhar.

Limpe com vinagre

Caso não tenha bicarbonato em casa ou queira tentar outro tipo de limpeza para as peças, que tal usar vinagre? Basta embebedar um pedaço de algodão com esse líquido e aplicar sobre os brincos fazendo a limpeza.

Depois, é só enxaguar em água corrente e enxugá-los em material macio, que não arranhe.

Utilize a amônia

Que tal aprender como limpar brinco de ouro com amônia? Apesar de ser eficaz, é preciso ressaltar que se trata de um produto químico forte, por isso, você não deve fazer uso recorrente da substância para essa finalidade. Além disso, peças com detalhes em pérolas e platina não devem ser limpadas com esse agente.

O ideal é que se recorra à amônia quando o aspecto da peça for muito sujo ou não tiver obtido sucesso com as outras técnicas.

Para limpar, faça uma mistura com seis parte de água e uma de amônia. Deixe seu brinco de molho por no máximo 1 minuto, retire, enxague e seque em material macio para não arranhar a peça.

Como vimos, o ouro é um metal duradouro, mas suscetível a agentes externos que podem mudar o seu aspecto. Contudo, sua limpeza pode ser feita de maneira fácil e com produtos simples que temos em casa, como bicarbonato ou vinagre.

Agora que você já conhece as formas corretas de como limpar brincos de ouro, saiba que não deve usar agentes como cloro — que pode até partir a peça —, sabonete ou mercúrio na higiene das suas peças. Isso porque o primeiro realiza um processo forte de erosão no ouro, o sabonete dá uma aparência opaca e o mercúrio escurece.

Você gostou das nossas dicas? Então, que tal compartilhá-las em suas redes sociais para que seus amigos também possam saber dessas informações?

Toda mãe faz questão de enfeitar os filhotes, principalmente quando as meninas acabam de nascer! Em vista disso, muitas vezes optam por furar as orelhinhas de suas pequenas, a fim de torná-las ainda mais fofas e encantadoras. Mas você sabe como escolher brinco para recém-nascido?

Afinal, o acessório tem que ser muito bem pensado para não gerar inflamações ou qualquer outro tipo de complicação para o bebê.

Assim sendo, é necessário tomar alguns cuidados na hora de escolher o brinco para recém-nascido, que, além de bonito, seja também seguro para a sua filha. Confira a seguir quais são eles!

Escolha o material

O primeiro passo é atentar ao material que será usado nos brincos. Como a pele do recém-nascido é extremamente delicada, ela não está livre de desenvolver alergias. Por exemplo, os brincos que contêm níquel podem causar urticárias e coceiras

Logo, o melhor metal de brinco para recém-nascido é o ouro, de no mínimo 14 quilates, além da prata. Eles são materiais nobres e as chances de gerarem alergias são quase nulas. Invista em pares de brincos hipoalergênicos.

Dê atenção ao formato

O recém-nascido passa grande parte do dia dormindo, sendo que na maioria das vezes ele está virado de lado. Sendo assim, opte pelo brinco que não tenha formato com arestas, como o de estrelinhas, por exemplo. Também nem pense em escolher uma joia que tenha qualquer tipo de pingente.

A dica é apostar nas formas planas, arredondadas e finas. Lembre-se de que, à medida que sua filha for crescendo, você vai ter a chance de escolher modelos um pouco maiores.

Invista no tamanho ideal

É fundamental procurar uma joia  que esteja em harmonia com o tamanho do rostinho do bebê. Portanto, não adquira brincos muito grandes, pois eles podem incomodá-lo. Além disso, desconsidere a possibilidade de serem de aros, porque o recém-nascido pode tentar tirá-los instintivamente e, consequentemente, se machucar.

Considere o peso

Se o acessório for muito pesado, as chances de ferir as orelhas do bebê aumentam de modo considerável, porque o furo vai se abrindo. Desse modo, opte pelas versões leves para não correr o risco de rasgar as orelhinhas da sua menina!

Ademais, não esqueça de trocar os brincos de tempos em tempos, uma vez que eles tendem a acumular sujeira na parte posterior da peça.

Aposte no fecho correto

O melhor fecho de brinco para recém-nascido é o de rosca ou do tipo porca, pois costuma ser o mais seguro. Assim, o bebê não consegue arrancá-lo, além de não machucar a parte de trás das orelhas. A tarraxa baby é a mais recomendada, porque é forrada.

Enfim, ao longo do post, foi possível conhecer os principais cuidados na hora de escolher o brinco para recém-nascido, a fim de evitar que a pequena se machuque. Portanto, invista em joias de qualidade (e não em bijuterias!), que devem ser compradas em uma joalheria que tenha tradição no mercado!

Você sabe como escolher joias para presentear crianças? Então, não deixe de conferir as dicas que estão no blog da Alcidino!

Você sabe identificar qual a melhor cor de lente para óculos de sol? Apesar de pouca gente conhecer a importância dessa coloração, ela pode ser fundamental para a proteção dos seus olhos, evitando inúmeros problemas na vista.

Os óculos de sol fazem parte dos acessórios mais úteis para o cotidiano das pessoas. Eles impedem que os raios ultravioletas, oriundos da irradiação solar, entrem em contato com a retina, evitando efeitos prejudiciais à visão.

Por esse motivo, neste post, reunimos as principais cores de lentes, junto de suas finalidades, para que você consiga encontrar a que melhor se encaixa no seu dia a dia. Ficou curioso para entender mais sobre esse assunto? Então, acompanhe e confira!

Lente cinza

A lente de tom cinza é mais indicada para ambientes internos, onde não há muito contato com a luz solar. Isso porque essa coloração evita distorções nas cores reais, facilitando a identificação do espectro. Óculos desse tipo também são indicados para uso nos dias nublados.

Lente marrom

A tonalidade marrom, que remete aos objetos terrosos, além de ser bastante estilosa, é muito útil para reduzir o cansaço visual. Essa cor serve para realçar o contraste visual, proporcionando um maior conforto na visão.

Por esse motivo, ela é mais indicada para quem tem contato frequente com atividades ao ar livre, como esportes, assim como para a direção de veículos automotivos. Elas também são ótimas para usar em dias que o clima tem diversas variações.

Lente verde

No círculo cromático, o verde é a cor oposta ao laranja, um dos espectros que o nosso olho identifica como luz solar. Por isso, a lente esverdeada é bem indicada para os dias de sol forte, principalmente durante o verão.

Ela também ajuda a aumentar o contraste de ambientes pouco iluminados. Essa característica é útil, principalmente, para pessoas idosas, que costumam ter um desgaste maior da visão.

Lente azul

A lente azul é outra aliada para proporcionar um descanso para a vista. Além de reduzir o brilho da iluminação local, ela serve para acentuar os tons dos objetos, assim como os seus contornos, facilitando a visão.

Por essa razão, ela é bastante indicada para usar em dias de tempo nublado, nos locais com forte neblina ou nas cidades litorâneas, com grande maresia. Sem mencionar que essa cor traz um superestilo para o visual, não é mesmo?

Lente preta

Essas são as opções mais escuras para os óculos. Por esse motivo, são recomendadas para pessoas que têm sensibilidade à luz ou que estão se recuperando de cirurgias na região ocular. Além disso, quem se expõe muito aos ambientes abertos e ensolarados pode usufruir bastante dos benefícios da lente preta.

Como você pôde perceber, saber qual a melhor cor de lente para óculos de sol é uma ótima estratégia para preservar a saúde dos seus olhos. Além disso, investir em itens de qualidade é fundamental. Para isso, nunca deixe de apostar em lojas especializadas nesses acessórios.

Para encontrar óculos de sol de qualidade para proteger os seus olhos, entre em contato conosco. Teremos o maior prazer em ajudar você!

Ao casarmos com a pessoa que escolhemos para dividir os momentos de alegria e de tristeza ao longo da vida, queremos celebrar dia após dia o sucesso da relação, não é mesmo? A partir da oficialização da união, os casais começam a comemorar a data todos os anos, e a isso dá-se o nome de bodas de casamento.

Para entender mais sobre o assunto, preparamos este artigo que conta a origem da festa e de qual maneira é possível presentear o cônjuge. Continue a leitura e descubra algumas curiosidades sobre as bodas de casamento!

Entenda o que são bodas de casamento

Como o dia do casamento fica marcado na vida do casal, ele deve ser lembrado a cada doze meses, a fim de reforçar os laços de fidelidade e cumplicidade entre duas pessoas que se amam!

A palavra “boda” tem origem no termo em latim “vota” e significa “promessa”, entretanto, como refere-se aos votos matrimoniais entre duas pessoas, o termo é comumente usado no plural “bodas”.

Sério: existem bodas mensais?

Assim como as bodas de casamento são comemoradas todos os anos, existem também as bodas mensais, nas quais os casais comemoram mês a mês o dia em que se casaram, principalmente os recém-casados.

Em geral, eles presenteiam-se com mimos leves e divertidos, sendo que a brincadeira começa logo nos primeiros trinta dias:

  • primeiro mês – bodas de beijinho;
  • segundo mês – bodas de sorvete;
  • terceiro mês – bodas de algodão doce;
  • quarto mês – bodas de pipoca;
  • quinto mês – bodas de chocolate.

Ainda é possível citar plumas, purpurina, entre outros itens doces e engraçados que compõem a lista até que se complete um ano, quando são comemoradas as Bodas de papel!

Conheça as simbologias das principais Bodas de Casamento

A partir daí cada ano vai ser simbolizado por um material que representa significados diferentes. Conheça quais são os principais elementos das bodas de casamento!

Bodas de papel

O papel simboliza o primeiro ano de união, pois representa a fragilidade de uma relação que ainda está no início. Você pode presentear a pessoa amada com cadernetas para anotações, ingressos para uma partida de futebol ou para assistir um show de música que ambos gostem, por exemplo.

Bodas de madeira

A madeira representa a solidez de um casamento de 5 anos e sinaliza mudanças na vida do casal, como filhos, mudança de casa, novos rumos profissionais etc. Painel para guardar ferramentas para ele e um belo quadro para decorar o quarto para ela são ideias de mimos bem interessantes!

Bodas de estanho

O estanho tem como objetivo simbolizar a união que completa 10 anos, pois ele é a liga que une outros metais. Surpreenda o cônjuge com uma bela viagem romântica, na qual participem apenas os dois.

Bodas de porcelana

Ao completar 20 anos de casamento, a porcelana vai indicar que a relação é resistente, mesmo depois de muitas “pedras no meio do caminho” encontradas pelo casal. Presenteie com objetos decorativos de porcelana ou até joias feitas no material, como pêndulos, por exemplo!

Bodas de prata

A prata é a representação máxima dessa data, porque mostra a solidez e o brilho que 25 anos de união merecem. Além de almoços ou jantares junto aos familiares, a dica é tocar alianças de ouro branco com a pessoa amada, a fim de renovar os votos!

Bodas de ouro

Não há como negar que 50 anos de casamento merecem ser celebrados com o metal mais nobre que existe: o ouro! O elemento representa a rigidez, a durabilidade e a riqueza que somente uma relação sólida apresenta ao longo de tantos anos.

Portanto, não hesite em investir em uma bela aliança de ouro amarelo ou ouro rosê, que confere nobreza, beleza e sofisticação ao dedo que ostentará a peça valiosa! Um anel de safira também é uma excelente opção, e seu cônjuge vai adorar.

Enfim, as bodas de casamento devem ser celebradas não apenas pelo casal, mas também pelos familiares e amigos que fazem parte da vida dos cônjuges. Comemore, participe e presenteie cada ano vivido junto da pessoa amada!

Entre em contato com a Alcidino e conheça as joias e acessórios para dar de presente nas bodas de casamento!

Tradição milenar, o uso de alianças para selar compromissos entre casais é parte da cultura de diversos povos. Símbolo de união e eternidade, o acessório pode ser confeccionado com diversos materiais e a aliança de ouro branco tem conquistado cada vez mais a preferência de noivos e noivas.

Se você está à procura da aliança de relacionamento perfeita, este post com certeza ajudará na sua escolha. Nele, contamos o significado da aliança de ouro branco e falamos mais sobre essa peça. Confira!

Qual o significado da aliança?

O costume de usar um anel para simbolizar a união do casal tem origem em diversos povos. Há mais de 5.000 anos, no Egito, a troca de alianças era feita considerando à forma circular do acessório que, sem início nem fim, representava o eterno. Foram os egípcios também que convencionaram o uso da aliança de casamento no quarto dedo da mão esquerda, isso porque nele há uma veia ligada diretamente ao coração, o órgão que simboliza o amor.

Na cultura grega, a aliança representava cuidado e afeição, por isso os casais usavam o anel, a fim de preservar a ligação e a atração entre eles. Depois de conquistar a Grécia, os romanos mantiveram a tradição do povo dominado e continuaram a trocar alianças e o ato passou a representar a união entre duas pessoas e a lembrança dos votos dos noivos.

Por que escolher uma aliança de ouro branco?

O ouro branco costuma ter 75% de ouro puro em sua composição. Por ser de fácil maleabilidade, acabou se tornando um dos materiais favoritos para a confecção de alianças. Ele ainda está ligado a bons significados para o relacionamento, como a demonstração de amor e união, compromisso com a fidelidade e a sensação de proteção.

Além disso, sua aparência é bastante única e sua excentricidade é ótima para criar modelos modernos de aliança, o que conquista facilmente muitos casais jovens.

Embora o ouro amarelo seja mais tradicional e ainda o mais usado na confecção dos anéis de casamento, o ouro branco vem se tornando o preferido de quem gosta de joias com detalhes únicos.

Como elas são produzidas?

Como você viu, o ouro branco tem 75% de pureza, os outros 25% são compostos por ligas metálicas brancas como a prata, o níquel ou o ródio, para dar mais sustentação à peça. O ródio, inclusive, é muito importante na manutenção e preservação da aliança de ouro branco. Por isso, é muito recomendado que, após alguns anos de uso, a peça receba banhos de ródio para tornar a sua cor mais clara e ganhar aparência de nova.

Para quem tem alergia ao níquel, uma alternativa são as alianças de ouro branco com partes de paládio, que é um metal bastante nobre, macio e com propriedades hipoalergênicas. Sua única desvantagem é o valor, mais alto quando comparado às outras ligas.

Por que utilizar uma aliança de ouro branco?

Existem muitos motivos para optar por uma aliança de ouro branco. Um deles é a facilidade para combiná-la com os outros acessórios, como brincos, colares, relógios e pulseiras. Dessa forma, não é necessário usar apenas peças douradas para combinar com o anel. Além disso, esse material é muito durável e torna qualquer item mais moderno.

Agora que você conhece as vantagens de usar uma aliança de ouro branco, está esperando o que para procurar o seu modelo preferido e selar o seu amor? Lembre-se de procurar por lojas especializadas para comprar alianças e joias, a fim de garantir qualidade, segurança e maior diversidade de opções.

Curtiu o post? Então, entre em contato conosco! Podemos ajudar você a encontrar a joia perfeita!

Com a chegada do verão, existem alguns itens que não podemos deixar de usar, a fim de nos proteger das tão malfadadas radiações solares. Entre eles estão os óculos de sol e os chapéus, que protegem o rosto, a cabeça e a visão como um todo. Mas, muitas pessoas não sabem como combinar chapéu com óculos e criar looks bonitos e harmônicos!

Pensando em ajudar você a fazer as combinações corretas, trouxemos dicas de moda e estilo para cada formato de rosto. Então, continue a leitura e descubra quais são elas!

Rosto oval

A face oval é caracterizada pela testa e queixo mais finos e as maçãs do rosto mais horizontalizadas. Assim sendo, esse formato é o mais harmônico de todos e combina com todos os tipos de chapéus e óculos de sol.

No entanto, os óculos não podem ser grandes ou pequenos demais e, no caso dos chapéus, dê preferência aos de abas mais retas, pois eles valorizam os ângulos do rosto e conferem estilo ao visual.

Rosto redondo

O rosto redondo não apresenta linhas retas e tem praticamente as mesmas dimensões entre todas as partes da face. Então, por ser mais circular, esse tipo pede armações de óculos que sejam quadradas ou retangulares, a fim de harmonizar as linhas dessa parte do corpo.

Já os chapéus devem ter as copas médias e mais altas, pois eles vão equilibrar o rosto. Os modelos de copas arredondadas, conhecidos como cochê, não combinam com o rosto redondo. Então, atente aos detalhes de como combinar chapéu com óculos para rosto redondo e acerte na escolha!

Rosto quadrado

O tipo quadrado consiste em ter comprimento e largura mais equilibrados, porém os ângulos são mais retos, o que confere um aspecto mais geometrizado ao rosto. Então, se você tem esse formato, aposte nos óculos escuros curvilíneos e arredondados, sendo o estilo aviador uma excelente opção.

Quanto aos chapéus, opte pelos modelos de copas arredondadas e abas mais largas, pois eles criam uma relação mais harmoniosa com o rosto, além de serem chiques e impecáveis, seja na praia ou piscina!

Rosto triangular

O rosto triangular apresenta a largura da testa maior que a do queixo, o que lembra a forma de um triângulo invertido. Em vista disto, as melhores armações de óculos de sol são as ovaladas na parte de baixo e as mais estreitas. Mais uma vez, o estilo aviador surge como ótima opção!

Na hora de escolher o chapéu, prefira um modelo de copa mais arredondado, assim como de aba menor. A dica de moda é usá-lo inclinado para um dos lados do rosto, porque o look fica mais interessante e charmoso!

Quando o assunto é como combinar chapéu com óculos de sol, é importante destacar que cada pessoa tem o seu estilo e a sua personalidade. Entretanto, ao saber adequar os acessórios corretos para cada formato de rosto, você vai ter looks mais bonitos e equilibrados para arrasar nos dias de verão!

Entre em contato com a Alcidino e conheça os lindos modelos de acessórios que oferecemos para você!

Saber como guardar joias é muito importante para deixar todas as suas peças bonitas e organizadas. Como esses itens são bastante valiosos, nada mais justo que adotar alguns hábitos que ajudam a conservá-los e evitar danos.

Por esse motivo, reunimos quatro dicas essenciais para que os seus ornamentos sejam guardados com segurança e permaneçam lindos para você usar sempre que desejar. Tem interesse em ficar por dentro desses truques? Então não deixe de acompanhar este post!

1. Coloque as joias em uma caixa adequada

Escolher um lugar adequado para colocar as suas pedras é o primeiro passo para guardá-las corretamente. É comum que as pessoas tenham preferência por caixas, pois elas são práticas para manusear e fáceis de serem armazenadas.

O ideal é que esses recipientes tenham um interior macio (para evitar o atrito entre as joias e a caixa), mas que o material que compõe o seu exterior seja rígido. Isso faz com que os impactos externos não afetem as peças.

2. Dê preferência a caixas que tenham divisórias

Outra maneira de manter os seus acessórios muito bem organizados é apostar em uma caixa com divisórias. Assim, é possível separá-los de acordo com cada categoria ou material. Isso evita que itens de materiais diferentes entrem em contato e se danifiquem.

Além disso, é muito mais prático para, por exemplo, encontrar um par de brincos, evitar que os colares se enrosquem, entre outras funcionalidades proporcionadas pelas divisórias em um porta-joias.

3. Coloque algum produto que absorva a umidade

É muito comum que objetos de valor não sejam usados frequentemente, por isso, eles costumam passar muito tempo guardados. Isso faz com que tenham contato com a umidade ambiente mesmo que estejam devidamente guardados.

Por esse motivo, nada melhor que usar um produto que absorva a umidade e preserve as suas peças. Um ótimo exemplo são os saquinhos de sílica gel. Porém, há também quem prefira naftalina ou demais produtos aromáticos e antiumidade.

4. Limpe a joia com uma flanela antes de guardar

Outro hábito fundamental para manter as suas joias como novas é limpá-las antes de colocá-las de volta na caixa. Para isso, é importante saber as técnicas corretas de limpeza. Primeiro, é importante não usar nenhum produto corrosivo, pois a reação pode causar danos severos à estrutura do material. Prefira apenas água e, caso seja necessário, sabão neutro.

Além disso, um pano de tecido macio é muito recomendado a fim de evitar arranhões na estrutura. Por isso, a flanela é muito usada para a limpeza e manutenção de itens de grande sensibilidade. Enfim, nunca se esqueça de higienizar as suas peças antes de guardá-las.

Como você pôde ver, saber como guardar joias e mantê-las bem conservadas não é uma tarefa difícil. Tudo o que você precisa fazer é seguir cuidadosamente os passos que sugerimos neste post. Assim, você evita prejuízos e tem produtos organizados e lindos ao seu dispor.

E então, o que achou deste post? Para continuar aprendendo sobre como conservar os seus itens de valor e armazená-los corretamente, leia também os 3 principais cuidados com joias de prata!

Como a cada dia o uso de eletrônicos aumenta, muitas pessoas passaram a notar um desconforto nos olhos, dificuldade para pegar no sono, aumento do grau de miopia e hipermetropia, dores de cabeça, entre outros problemas. Isso acontece devido à luminosidade desses aparelhos, pois recentemente foi descoberto que a luz azul do celular prejudica a visão.

Durante o tempo de acesso a smartphones, computadores, televisões, tablets e outros aparelhos luminosos, a frequência da piscada diminui, causando o cansaço visual e ardência nos olhos.

Apesar de os fabricantes estarem tentando resolver esse problema, muitos usuários ainda nem têm conhecimento dele. Por esse motivo, montamos este post apresentando os problemas causados pela luz azul. Acompanhe!

Estudos científicos

Um grupo de pesquisadores da Universidade de Toledo, nos Estados Unidos, começaram um estudo sobre esse assunto, e os resultados apresentaram um problema maior. Segundo os cientistas, a córnea e a retina não são capazes de refletir a luz azul, isso significa que ela atinge mais as estruturas oculares que a luminosidade produzida em outros espectros.

Os danos causados por essa concentração podem ser severos, pois ela acelera o desgaste do globo ocular, gerando a degeneração macular — lesões nos fotorreceptores dos olhos por conta da oxidação da vitamina A —, principal causa de cegueira nos idosos.

Esse efeito não acontece com o uso de luzes nos espectros verde, amarelo e vermelho, apontando que a cor azul é a única tóxica para o órgão retinal e a mais usada nos dispositivos eletrônicos.

Os efeitos da luz azul em nosso corpo

Os sintomas dessa exposição não se manifestam rapidamente. Na verdade, é praticamente impossível notar essas anomalias antes que os problemas se agravem. No entanto, é necessário ficar atento a sinais de fadiga na visão, irritação ou coceira nos olhos e sensação de olhos secos.

Os efeitos de piscar menos ao estar em contato com a tela azul fazem com que o usuário exerça mais pressão para focar, e a falta de cuidado pode originar patologias como presbiopia, catarata, problemas na córnea, cristalino, mácula e retina, além da perda de visão gradativa. Portanto, esteja com os exames em dia.

Alternativas para diminuir o impacto da luz azul em nossa saúde

Ainda que existam muitos danos, é possível reduzir os prejuízos desse tipo de luminosidade na saúde e garantir uma melhor qualidade de vida. Além disso, muitas marcas estão trabalhando em filtros de luz azul e no desenvolvimento de outras cores para a iluminação da tela.

Confira, a seguir, o que pode ser feito para diminuir os efeitos maléficos!

Uso de óculos de sol

Os óculos de sol com filtros UV conseguem refletir a luz azul, de modo que ela não entra em contato com a retina, nem causa transtornos. Além disso, existem óculos de grau que podem cumprir essa mesma função. Sem contar que é possível encontrar acessórios para a proteção, ainda que não tenha grau.

Diminuição do tempo de uso dos aparelhos

Outra forma de evitar complicações na visão é diminuindo o tempo de contato com os agentes que as provocam. Evite usar essas telas antes de dormir e tente fazer pausas durante o uso, a fim de dar um descanso para os olhos.

Utilização de colírios

A falta de umidade nos olhos, devido à diminuição das piscadas, é outra das grandes causadoras desse problema. Com o uso dos colírios, é possível evitar que os olhos se ressequem, impedindo efeitos nocivos. Além do mais, tentar piscar mais vezes e usar a tela no nível dos olhos também reduz a desidratação.

Substituição pela luz turquesa

Ao contrário do tom azulado, a luz turquesa é benéfica para os olhos e proporciona um auxílio na vitamina D e na regulação do ciclo de sono natural do corpo. Buscar por tecnologias e aplicativos que proporcionem isso pode oferecer diversos benefícios.

Como você viu, a luz azul do celular prejudica a visão e traz diversas desvantagens para a saúde. Ter conhecimento desse efeito e buscar por alternativas é uma ótima maneira de se policiar contra esses problemas e prevenir danos permanentes.

Gostou do post? Deixe nos comentários a sua opinião sobre o assunto e o que você faz para reduzir os efeitos da luz azul!

Adquirir um par de óculos que combine com seu estilo pode parecer, em um primeiro momento, uma tarefa complicada. Então, na hora de comprar o acessório, você se pergunta: como saber a armação ideal para meu rosto? Afinal, a ideia é acertar na escolha e valorizar a sua feição, concorda?

O tamanho e o formato do adereço devem estar em harmonia com os seus traços, além de serem confortáveis para o uso do dia a dia, ou mesmo para ser usado uma vez ou outra.

Em vista disto, listamos 4 dicas de como saber se a armação de óculos é perfeita para você de acordo com o seu tipo de rosto. Acompanhe a leitura e esclareça as dúvidas a respeito do assunto!

1. Rosto oval

O rosto oval é caracterizado pela testa alta, queixo e nariz mais alongados, ângulo da mandíbula pouco visível e curvas laterais não muito acentuadas.

Então, se você ostenta esse tipo de rosto, o recomendado é evitar as armações muito pequenas e que tenham a mesma largura da face. Além disso, opte pela armação que fique na altura das sobrancelhas. Desse modo, a aparência vai estar bem equilibrada.

2. Rosto redondo

Já o tipo redondo tem o famoso formato de lua cheia, no qual a largura do rosto é igual ao seu comprimento. Em geral, o queixo é pequeno e os olhos são mais espaçados.

Nesse caso, invista em uma armação que confira leveza e equilibre as linhas da face, ou seja, os modelos que sejam retangulares ou quadrados. As linhas retas são perfeitas para o rosto redondo, uma vez que costumam “alongar” essa parte do corpo.

3. Rosto quadrado

Se você tem a face quadrada, deve se perguntar como saber a armação ideal para meu rosto, pois a mandíbula mais larga, a pouca definição da linha do queixo e os ângulos retos que o compõem podem gerar dúvidas quanto ao formato dos óculos!

Assim sendo, aposte nos modelos arredondados, curvilíneos ou mesmo ovais, porque eles proporcionam uma maior ampliação na área dos olhos e suavizam os traços do rosto. Outra dica é comprar óculos de tamanho médio, cujas lentes sejam degradê, a fim de disfarçar o maxilar saliente.

4. Rosto triangular

Quem tem o rosto triangular apresenta testa estreita e pequena, além de mandíbula larga e evidente. Portanto, é preciso escolher os óculos certos, para que as linhas da face fiquem em harmonia!

Escolha uma armação grande e arredondada, uma vez que os modelos mais estreitos costumam aumentar o maxilar. Certifique-se também de que o acessório não cubra as maçãs do rosto, pois pode resultar em uma aparência pouco equilibrada.

Se a sua dúvida era como saber a armação ideal para meu rosto, esperamos ter ajudado a escolher o modelo perfeito com dicas simples e práticas que trouxemos ao longo do post. Contudo, prove todas as versões que possam lhe interessar para encontrar aquela que vai combinar perfeitamente com você!

Se gostou deste artigo, compartilhe com os seus amigos nas redes sociais e ajude-os também a adquirir a armação ideal!